• portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

A conservação de acervos no Museu Índia Vanuíre

O Museu Índia Vanuíre promove a apropriação e a reapropriação do patrimônio cultural por meio das ações museológicas de pesquisa, preservação e comunicação.  Ao interagir com as instituições educacionais e professores, o equipamento estimula-os a elaborarem projetos utilizando essa herança como um suporte essencial ao processo educativo e ao desenvolvimento social.

Nessa perspectiva, foi elaborada pela equipe da reserva técnica uma palestra com o tema “Conservação de acervos no Museu Índia Vanuíre”.  A atividade, inserida no cronograma do Curso de Difusão – Museu e Educação, projeto do Núcleo de Educação, que tem foco os profissionais da área educacional, foi direcionada aos alunos e professores de Pedagogia da Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE, de Presidente Prudente (SP). Os assuntos abordados constam no Plano de Conservação do Museu Índia Vanuíre, cujas ações realizadas pela equipe seguem diretrizes instituídas por órgãos nacionais e internacionais. A programação está em consonância às especificidades das coleções, dentro do Programa de Acervo em execução no  Museu Índia Vanuíre, e é entendido como um dos pilares para a preservação das coleções.

Foram apresentados os seguintes procedimentos:

Higienização: importância dos processos de higiene nos acervos;

Acondicionamento e armazenagem: tipos de materiais que devem ser utilizados como suporte para o acondicionamento e os locais ideais de armazenagem;

Documentação: processos realizados desde a entrada na instituição e a importância patrimonial;

Monitoramento e controle ambiental: relevância da manutenção de um ambiente estável para a prevenção de danos causados por alterações ambientais.

A importância de trabalhar esses temas com professores e futuros docentes é fazer com que eles compreendam o papel da conservação em museus e como esse trabalho possibilita a difusão de informações contidas nos objetos sob a guarda das instituições museológicas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*