• portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

Coleção Guarani – Doação CTI

A missão do Museu Índia Vanuíre é valorizar, articular e difundir o patrimônio indígena. Tendo isto em consideração e o fato de que o museu desenvolve projetos com terras indígenas da região, entre elas Araribá (Avaí, SP), a instituição recebeu, em 14 de junho e 3 de agosto, através de doação, uma coleção Guarani. A coleção foi doada pelo Centro de Trabalho Indigenista (CTI), uma associação sem fins lucrativos que atua diretamente com as terras indígenas através de projetos elaborados a partir de demandas locais. No total foram 187 peças. Entre os acervos que deram entrada estão: adornos, utilitários, cestos, objetos ritualísticos, brinquedos, armas e instrumentos musicais.

         As peças foram recebidas e imediatamente colocadas em local para quarentena. Como o acervo em reserva técnica já está em condições ambientais estipuladas, a política de quarentena é adotada visando evitar a contaminação, através de agentes externos que possam vir junto do novo acervo. Após o período de quarentena, a coleção será higienizada e acondicionada na reserva técnica. As informações completas referentes à coleção serão levantadas em conjunto com a equipe do Centro de Trabalho Indigenista.

         A entrada dessa coleção é de extrema importância para o Museu Índia Vanuíre e para o povo Guarani da terra indígena Araribá. A salvaguarda e a difusão desta coleção terá como direcionamento a valorização da cultura Guarani no oeste de São Paulo, trazendo ao público a informação de que o Estado de São Paulo possui diversos povos indígenas, apesar de muitos desconhecerem esse fato.

         O Museu Índia Vanuíre prima pela relação de respeito e cooperação que possui com as terras indígenas do oeste paulista e, assim, a recente coleção possibilitará novas parcerias com os indígenas Guarani, sempre direcionando essa parceria para algo que dê resultados positivos para os indígenas, possibilitando trabalhos futuros por parte destes com a sua cultura e, consequentemente, o fortalecimento dela.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*