governo sao paulo
  • portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

Fortalecimento da Memória Tradicional Kaingang – De geração em geração

As tradições e saberes indígenas são milenares, os antropólogos fazem pesquisas entre os indígenas há mais de um século, mas os próprios indígenas sempre pesquisaram suas tradições e saberes com os mais velhos, buscando sempre o que eles chamam como a RAIZ.

A exposição virtual “Fortalecimento da Memória Tradicional Kaingang – De Geração em Geração” apresenta aspectos importantes da cultura desse povo, a memória e a transmissão dos saberes tradicionais.

A cerâmica compreende a transmissão dos saberes materiais e imateriais, através do processo, das técnicas de confecção, da lembrança, da oralidade, e da valorização dos saberes e fazeres que os indígenas mais velhos manifestam seus conhecimentos aos mais jovens.

Trata-se de uma exposição auto narrativa com curadoria de um sábio e líder indígena (José da Silva Campos), duas anciãs (Ena Luisa Campos e Ana Maria de Jesus) e um professor (Constantino Jorge da Silva), todos Kaingang da Terra Indígena Vanuíre, Arco-Íris, São Paulo.

Todo o processo da confecção de cerâmica e transmissão dos valores e saberes do povo Kaingang foram registrados e documentados pelo Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre com o apoio do MAE-USP, o que pode ser visto no vídeo abaixo, difundindo o respeito aos povos indígenas.