governo sao paulo
  • portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

Programação Dezembro

Família no Museu

Aos sábados e domingos, o Museu Índia Vanuíre realiza oficinas culturais para famílias. A programação desenvolve atividades lúdicas e reflexivas com os participantes, como forma de uma maior integração a família e o Museu. A atividade do mês será sobre sustentabilidade e Natal, com a confecção de um enfeite natalino feito com materiais recicláveis.

Apresentação Coral Inclusivo

A utilização da música e seus elementos – como o som, ritmo, melodia e harmonia, assim como o teatro – facilitam e promovem a comunicação, o relacionamento, a aprendizagem, expressão e organização neste sentido, o Coral Inclusivo é uma fonte de enriquecimento pessoal e de prazer, despertando nos participantes suas potencialidades e ajudando-os a desenvolver o sensorial e o afetivo, o fisiológico e o espiritual. A ação também faz parte da finalização do projeto inclusivo O Olhar é o Sentir Pelas Mãos.

Virada Inclusiva

No dia 03 de dezembro, é comemorado o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, data estabelecida desde 1998 pela Organização das Nações Unidas (ONU), com o objetivo de gerar discussões sobre a situação das pessoas com deficiência, seus direitos e necessidades. O Museu Índia Vanuíre é uma instituição preocupada com a inclusão, sendo assim, será criada no auditório da instituição uma Sala Sensorial para a realização de atividades que tem como objetivo estimular as emoções através dos sentidos: olfato, tato e audição. Para trabalhar a empatia, como forma de se colocar no lugar dos cegos, vários objetos serão apresentados por um educador para serem tocados e percebidos pelo visitante.

Saberes e Fazeres Indígenas

A programação Saberes e Fazeres Indígenas é uma resposta ao esforço empreendido por comunidades indígenas de todo o país no que diz respeito à preservação e transmissão de sua memória, estendendo para além de 19 de abril a celebração do Dia do Índio. O convidado deste mês é um Kaingang, que estará presente para troca de conhecimentos e experiências com o público.

#SONHAROMUNDO: Exibição de Vídeo com Depoimentos

Período: de 10 a 16/12/2018

O Museu Índia Vanuíre irá disponibilizar em suas redes sociais vídeos com depoimentos de pessoas expondo suas considerações em relação aos Direitos Humanos. Os convidados são: Katia Grespan, que irá falar sobre ser o primeiro casal homossexual a ter o casamento reconhecido em cartório Tupã; Iara Magnani, participante do projeto Aguçando as Memória – realizado pelo Museu -, que irá falar sobre a terceira idade; Lidiane Damaceno, professora da Escola Estadual Indígena e líder do grupo de dança Krenak, que representará sua cultura; e André Blackrap, fundador e presidente da ONG Umont (União do Movimento Negro por Todos).

Informações: www.facebook.com/museuindiavanuire/

 

#SONHAROMUNDO: Roda de Conversa

O Museu Índia Vanuíre realizará uma roda de conversa com a indígena Lidiane Damaceno, para discutir a temática Direitos Humanos e o que ele representa, de que forma serve e como se aplica para os indígenas. No encontro, o público irá explorar um novo olhar, enxergando a temática pela perspectiva do outro.

#SONHAROMUNDO: Palestra – Os Direitos da Mulher

No dia 12 de dezembro, o Museu Índia Vanuíre oferece uma palestra ministrada pela delegada da Mulher, Cristiane Camargo Braga, para discutir os direitos das mulheres.

#SONHAROMUNDO: Palestra – Preconceito Racial

André Blackrap (presidente da Ong Umont – União do Movimento Negro por Todos) ministrará uma palestra e – através de dinâmicas, exibição de vídeos e bate-papo com o público – promoverá reflexão e estimular o combate ao racismo, preconceito e discriminação.

Cultura e Questões Indígenas em Foco

Para que novas gerações reconheçam a contribuição dos diversos grupos para a formação do país, será exibido um documentário no auditório, seguido por uma roda de conversa com os participantes.

 

EXPOSIÇÕES

 Ató Jagí Burum Krenak – Tecendo Saberes do Povo Krenak

Exposição autonarrativa Krenak busca mostrar a presença desse povo no Estado de São Paulo. Os Krenak da T.I. Vanuíre desenvolvem, há mais de duas décadas, um trabalho de revitalização de sua cultura, costumes e língua materna. Este trabalho ocorre de forma construtiva e a cada ano se fortalece e vence as barreiras que os mais velhos da etnia foram obrigados vivenciar no passado, como o anonimato e opressão de sua cultura e toda sua riqueza de conhecimento e saber. Algo que enriquece e enaltece a muitos, mas que, por falta de conhecimento dos não indígenas, acaba sendo resultado de julgamento e de várias formas e pré-conceitos.

 

 

Local: Museu H. P. Índia Vanuíre (Rua Coroados, 521 – Tupã/SP)

Informações: (14) 3491-2333

Entrada: gratuita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*