governo sao paulo
  • portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

Programação Fevereiro

Exposição: Ató Jagí Burum Krenak – Tecendo Saberes do Povo Krenak

Exposição autonarrativa Krenak busca mostrar a presença desse povo no Estado de São Paulo. Os Krenak da T.I. Vanuíre desenvolvem, há mais de duas décadas, um trabalho de revitalização de sua cultura, costumes e língua materna. O trabalho acontece de forma construtiva e a cada ano se fortalece e vence as barreiras que os mais velhos da etnia foram obrigados a vivenciar no passado, como o anonimato e a opressão de sua cultura e de toda a sua riqueza de conhecimento e saber.  Algo que enriquece e enaltece muitos, mas que, por falta de conhecimento dos não indígenas, acaba sendo resultado de julgamentos e de várias formas e pré-conceitos.

Saberes e Fazeres Indígenas

A programação Saberes e Fazeres Indígenas é uma resposta ao esforço empreendido por comunidades indígenas de todo o país no que diz respeito à preservação e à transmissão de sua memória, estendendo para além de 19 de abril a celebração do Dia do Índio.  Em fevereiro, o convidado é um Kaigang da T.I. Vanuíre. Ele estará disponível para um dia de diálogo com os visitantes sobre como vivem os indígenas da sua etnia na comunidade localizada em Arco-Íris (SP).

Família no Museu

Aos sábados e domingos, o Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre realizará oficinas culturais para famílias. A programação desenvolverá atividades lúdicas e reflexivas com os participantes como forma de uma maior integração família e museu. A ação será correlacionada à temática japonesa, com a confecção de um chaveiro em formato de uma boneca “Kokeshi”, em E.V.A e canetas coloridas como enfeite.

Museu e Cidadania

O Museu recebe o público especial para explorar os conteúdos do acervo e das exposições temporárias de forma acessível e lúdica. A ação tem como objetivo a inclusão sociocultural. Em fevereiro, serão confeccionadas máscaras carnavalescas e como finalização da atividade, serão utilizados produtos naturais como café e urucum. O pó de café e a terra resultam na cor marrom e do urucum na cor laranja e/ou vermelha.

Cultura e Questões indígenas em foco

Para que novas gerações reconheçam a contribuição dos diversos grupos para a formação do país, será exibido um documentário, no auditório da instituição, seguido por uma roda de conversa com os participantes.  Para a ocasião, o vídeo selecionado foi o “Quem São Eles?”, da série Índios do Brasil. No episódio, pessoas de diferentes faixas etárias e das mais diferentes localidades do Brasil apresentam estereótipos e ideias pré-concebidas sobre as comunidades indígenas.

Museu Folia

Museu Folia na Rua

Para valorizar a música como uma manifestação cultural de expressão, o Museu Índia Vanuíre, realiza, o Museu Folia na rua. Uma noite de folia ao som de marchinhas carnavalescas que marcaram a festa tradicional em Tupã. As marchinhas serão tocadas pela Orquestra Municipal Maestro Júlio de Castro.

Espetáculo de Danças Carnavalescas

Integrantes do Bloco Abanaê apresentarão um espetáculo de dança com influência do carnaval paulista e de blocos afros da Bahia, como o Olodum, valorizando as raízes da festa Tupãense e promovendo a diversidade. Participarão do show músicos com bateria e percussão, ala de passista e membros da Corte carnavalesca de Tupã.

Contação de Histórias Carnavalescas

Toda história, por mais simples que pareça, transmite algo a mais no desenvolvimento da criança de uma forma criativa e reflexiva.

Com o objetivo de promover a reflexão e o conhecimento de forma dinâmica, será realizada a oficina Contação de Histórias com tema carnavalesco.

Informações: (14) 3491-2333

Entrada: gratuita

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*