governo sao paulo
  • portugues
  • espanhol
  • ingles
  • diminuir texto
  • aumentar texto

Salvaguarda de Acervos Fotográficos

O Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre tem como destaque um rico acervo fotográfico, com aproximadamente 5.345 fotografias. Elas são registros dos mais diferentes aspectos, como histórico, social, político, religioso e etnográfico. Nelas constam o percurso histórico do município, sua fundação, desenvolvimento e crescimento. Além do acervo ser bem eclético, é necessário ressaltar a importância desses registros, que ainda relatam toda a trajetória dos Kaingang no início de sua aculturação, em meados de 1922.

Com o objetivo de documentar, pesquisar e salvaguardar esses itens o Museu Índia Vanuíre desenvolve um Programa de Acervo, aplicado também às demais coleções da instituição.

Numa primeira etapa a coleção foi devidamente documentada com a atribuição de um número de patrimônio, denominação usando vocabulário controlado na descrição da imagem, cronologia, dimensões e origem do acervo assegurando e facilitando o controle interno da coleção e o acesso de pesquisadores e do público.

Atualmente o acervo fotográfico está digitalizado, visando garantir o registro na íntegra de seus conteúdos e marcações; ações paralelamente complementadas pela pesquisa, buscando obter melhores e mais completas informações a respeito do item.

O Museu possui normas e protocolos para o acesso à consulta e pesquisa, como termo de autorização de uso de imagem, proposta de doação, entre outros. Essas normas são baseadas nas diretrizes da Política de Acervo, que faz parte do Plano Museológico.

No tocante à conservação das fotografias, são realizadas várias ações de rotina e específicas, quando necessárias, que vão desde a observação geral do estado de conservação até a higienização mecânica básica para retirada de sujidades com a utilização de materiais adequados como cotonetes, bisturi, álcool, flanela e pincel; no caso de um problema que envolva uma intervenção maior o protocolo é a atuação feita por um conservador restaurador especializado.

A etapa final do processo é o acondicionamento em condições adequadas com materiais apropriados.

Os procedimentos da conservação preventiva são elementos de suma importância na política de museus e na proteção dos acervos. Dessa forma, o Museu possui um Plano de Conservação para a orientação da equipe em suas atividades. Os trabalhos são registrados em fichas, relatórios, planilhas, controle de temperatura, umidade e luminosidade.

O objetivo é que esse acervo fotográfico permaneça com as mesmas condições de preservação, mantendo-se em bom uso para as futuras gerações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*